Voice Care

Consultorias e Treinamentos em Comunicação

MEDO DE FALAR EM PÚBLICO É MAIOR QUE O DE MORRER — 02/02/2015

MEDO DE FALAR EM PÚBLICO É MAIOR QUE O DE MORRER

medo de falar_imagem

Segundo a pesquisa do jornal Sunday Times, realizada com 3 mil entrevistados que deveriam classificar os seus medos por ordem de grandeza, em disparada, o medo de falar em público foi o campeão, quando comparado ao medo de “partir desta para uma melhor”.

O estudo indicou que expor as ideias em público é o maior medo para 41% dos entrevistados, seguido pelo medo de ter problemas financeiros (22%), e da morte (19%).

Diariamente enfrentamos nossos medos, como: o medo da entrevista de emprego, o medo de conhecer o novo chefe, o medo do primeiro encontro com alguém, o medo do novo colégio, e o medo de apresentar um resultado não muito satisfatório na reunião com a diretoria da empresa. E o principal pensamento que preenche a nossa mente é:

“Será que vão gostar do que estou falando?”, e assim, o foco vai exatamente para onde não deve ir, já que o mais importante é a mensagem que será partilhada.

As situações do dia a dia nos impulsionam a respirar fundo, engolir a saliva à seco e encarar.

Falar em público não é diferente. Os contextos mudam, a intensidade do medo varia, e a melhor forma de se sair bem é estar PREPARADO.

Compartilho abaixo, 3 dicas para driblar o medo de falar em público.

  • Visualize o cenário em que irá falar e ao preparar o conteúdo de sua mensagem lembre de treinar cumprimentando as pessoas, sorrindo e agindo naturalmente. Quando planejamos a mensagem, nos sentimos mais confiantes, e quando somos convidados ou convocados a falar à respeito de algo, é porque temos conhecimento suficiente para tal.
  • Respire fundo, olhe para o público e inicie a sua fala, com calma, tendo o cuidado de falar articulando bem os sons e com um volume suficiente para que todos compreendam.
  • Ao finalizar o assunto, faça uma síntese, um resumo dos principais pontos da sua mensagem, e não esqueça de agradecer de forma espontânea.

Lembre-se: “Se você pensar duas vezes antes de falar, falará duas vezes melhor” – autor desconhecido.

Conheça mais dicas para praticar em seu dia a dia em nosso Áudiolivro: Comunicação Empresarial – Técnicas de Apresentação em Público.

Basta entrar no link e baixar em seu celular ou computador:

http://tocalivros.com/sugestao-toca-livros-home/comunicacao-empresarial-apresentacao-em-publico-voicecare-fernanda-de-morais.html

 

Até o próximo artigo!!!

Fernanda de Morais

fernanda@voicecare.com.br

IMG_6771

Anúncios
Os sete pecados da Comunicação Verbal – número 1 — 29/07/2014

Os sete pecados da Comunicação Verbal – número 1

Você já parou para pensar no poder que tem a nossa comunicação?

Pode tanto iniciar uma guerra, como ser um excelente canal para demonstrar paixão.

Alguns maus hábitos podem afastar as pessoas de nos ouvirem, podem nos tornar companhias desagradáveis e até mesmo dificultar a ascensão profissional.

Vamos conhecer o primeiro mau hábito:

  • A FOFOCAgossip

 

Falar de alguém que não está presente, e ainda falar mal não é a melhor forma de atrair colegas. Fofocar é dizer algo sem dados concretos, especulando a vida alheia.

Embora seja um hábito relacionado às mulheres, as estatísticas demonstram que os homens são mais fofoqueiros (7% mais que as mulheres) (Fonte: Social Issues Research Centre), e a mesma pesquisa também constatou que os homens costumam falar mais de si mesmos, sobre gafes de colegas e mulheres, e as mulheres fofocam como maneira de passar o tempo.

 

E você? Qual tem sido o teor de suas conversas?

 

No próximo artigo, confira o 2º pecado da comunicação verbal.

Abraços,

 

Fernanda de Morais

Coach de Performance Comunicativa

Fonoaudióloga Mestre e Especialista

fernanda@voicecare.com.br

voicecare.com.br

voicecarepalestras.com.br

 

 

 

 

 

Os 6 Pilares da Comunicação do PAPA. Entenda como o Papa Francisco abriu Portas e Corações! — 13/08/2013

Os 6 Pilares da Comunicação do PAPA. Entenda como o Papa Francisco abriu Portas e Corações!

Papa-300x274

A comunicação do Papa Francisco trouxe elogios de todos os cantos, independente da religião, credo, raça ou lugar.  Que estilo é esse e qual a receita para conquistar o sucesso por meio da comunicação?

Nascido em uma família de imigrantes italianos, 76 anos, humilde, voz doce, olhar sincero, com vigor e energia, o Papa Francisco conquistou o mundo e não poderia ter sido diferente em sua passagem pela Pátria Amada.

Em um convite aos jovens para serem valentes e a nadarem contra a corrente, dentre muitas outras considerações, a Nossa Santidade “impactou” não somente os católicos, mas todos os jovens, idosos e crianças.

E qual é esse estilo da Comunicação do Papa? Vamos caracterizá-lo em 6 Pilares:

1) Uso do discurso emocional

  • A mensagem do Papa toca o coração das pessoas.
  • Uma forma de trazer o discurso emocional é despertar as crencas e valores.
  • A emoção promove a ligação entre os interlocutores e é uma excelente estratégia para despertar o interesse das pessoas em um assunto.

2) Carisma

  • Não dá para falarmos com emoção se não acreditarmos no que dizemos. São as nossas verdades ditas.
  • O carismático tem um magnetismo pessoal, é gostoso conversar com ele, ele sorri no momento certo e sempre tem algo a agregar.
  • Mesmo sem conhecer seus argumentos, a conquista é imediata.

3) Simplicidade

  • É o caminho para se chegar à humildade.
  • Ser simples na comunicação é adaptá-la ao seu público, desde a escolha do assunto, do vocabulário e até mesmo da vestimenta.

4) Uso de metáforas

  • Metáfora é a palavra ou expressão que produz um sentido figurado por meio de comparações. Ex: “Para ter acesso ao povo brasileiro, é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração; por isso permitam-me que nesta hora que eu possa bater delicadamente nesta porta”
  • Faça comparações com citações, histórias, acontecimentos, poesias, etc.

5) Domínio do assunto

  • Falar de um assunto desconhecido traz insegurança e certamente a performance não será a melhor.
  • Esteja atualizado, pense em possíveis questionamentos e estruture a sua fala.

6) Ser empático

  • Exercemos a empatia quando nos colocamos no lugar do outro. O que o meu interlocutor gostaria de ouvir? De sentir? De ver? O Papa Francisco exercitou com maestria.
  • A vinda do Papa ao Brasil impulsionou os brasileiros a voltar os olhos aos princípios e valores que por vezes se perdem no decorrer das nossas vidas.
  • O que você pode fazer diferente em seus relacionamentos pessoais e profissionais para ter mais sucesso de agora em diante?

Fernanda de Morais

O Poder do Elogio — 19/06/2013

O Poder do Elogio

Li a frase: “Não existe vitamina verbal mais potente que o elogio” na rede social de uma amiga, e lembrei de uma história onde um “simples elogio” mudou o rumo de uma pessoa.

Em 2001, cursando Fonoaudiologia, uma  garota tímida, preocupada com a opinião das pessoas e que falava “para dentro”, tinha uma paixão: a voz. Atenta às vozes das pessoas, falando e cantando, se encantava cada vez mais com este mundo sonoro e tão pessoal.
Em uma disciplina prática de atendimentos, como sempre, calada, economizando as palavras, foi repreendida por sua professora, que ameaçou reprová-la se não fosse mais participativa durante as aulas.
Várias semanas chorando, tentando superar a dificuldade de se expor em público… Até que chegou o dia de um importante seminário em que estariam presentes muitos alunos e pessoas com grandes responsabilidades na Universidade.

A garota planejou a sua apresentação sobre VOZ, trouxe imagens interessantes, áudios relacionados, e usou aquela regra infalível: treinou, treinou e treinou, e principalmente, falou com entusiasmo.

Após a apresentação, ela foi surpreendida por sua Professora dizendo: “Nossa, como você fala bem em público!!! Jamais imaginei que pudesse dar esse show!!!” Em seguida, muitas colegas reiteraram o comentário.
À partir desse dia, ela se tornou confiante, segura e assumiu que falar em público não é um “bicho de sete cabeças”.

Planejamento, organização, inovação e paixão. Este é o segredo para o sucesso ao falar em público.

Esta garota chama-se Fernanda de Morais, que antes se escondia do mundo, e hoje tem a missão de colaborar com o sucesso da comunicação das pessoas.

Deixo uma sugestão para você hoje: procure elogiar no mínimo 3 pessoas e lembre que enaltecer e ressaltar a qualidade de alguém pode mudar o rumo de uma vida e motivá-la a alcançar o inatingível.

Forte abraço!!

Fernanda de Morais                                         fernanda@voicecare.com.br

Elogio_voicecare

O Poder da Voz na Comunicação — 24/04/2013
Linguagem Corporal e Comunicação bem sucedida — 27/03/2013

Linguagem Corporal e Comunicação bem sucedida

Grande parte do que as pessoas entendem quando alguém fala consiste no que é dito pelo tom de voz, pelas expressões e pela linguagem corporal.

Quantos “erros” de comunicação vemos ao nosso redor, porque o que interfere mais no impacto da comunicação refere-se ao COMO e não ÀS PALAVRAS que usamos. A FORMA pode atrair ou afastar as pessoas de nós.

A comunicação não-verbal inclui a expressão facial, os gestos, o tom de voz, a velocidade de fala, as posições do corpo e o lugar em que se coloca em relação aos demais. Uma pessoa que não olha nos olhos enquanto está falando emite um forte sinal de que o que está falando não confere ao que sente de verdade.

DICAS para demonstrar uma linguagem corporal motivada:

1) Sente-se à frente ou incline seu corpo na direção da pessoa que está falando

2) Se estiver em pé, mantenha-se ereto

3) Faça gestos que ilustrem a sua fala

4) Mantenha os olhos em quem fala

Boas falas!!!!

Fernanda de Morais

eye contact

— 11/03/2013
Preparação para Falar em Público — 13/02/2013

Preparação para Falar em Público

“Uma chave importante para o sucesso é a autoconfiança. Uma chave importante para a autoconfiança é a preparação.” Arthur Ashe

Você já percebeu que têm pessoas que se destacam por sua eloquência ao expor as ideias?

Falar bem é uma habilidade que pode ser desenvolvida com treino, afinal, ninguém nascer um exímio orador.

Um treino interessante e com comprovações científicas é assistir e observar as pessoas que se destacam por sua oratória. Se você é palestrante, assista vídeos de palestrantes. Se você é vendedor, observe outros bons vendedores. Se você é executivo, analise como os executivos de sucesso falam.

Ao observar os profissionais bem-sucedidos, identifique quais são as habilidades que têm, e que você pode desenvolver para atingir novas colocações profissionais ou até mesmo ter mais sucesso ao conversar em seu dia a dia.

Caso seja necessário, busque ajuda especializada.

Boa sorte!

Fernanda de Morais -voicecarefono@gmail.com
falar em público_voice care

Fale de Improviso e tenha ótimos resultados — 07/02/2013

Fale de Improviso e tenha ótimos resultados

Você está em uma festa de aniversário, e é chamado para dizer algumas palavras para o aniversariante.

E agora? Entra em pânico?

Falamos de improviso o tempo todo, quando comentamos algo com o nosso colega de trabalho, quando conversamos com a família, pedimos uma informação ou até mesmo, ao perguntar o preço de um produto.

Nestas situações em que existe uma exposição em um grupo de pessoas, algumas estratégias podem ajudar e muito.

1) Conte algo que você domine e que tenha relação com o assunto. Você pode falar sobre um livro que leu, um filme que assistiu ou uma história pessoal. Ao iniciar com um assunto que você domina, será mais fácil falar, e provavelmente você ficará mais tranquilo.

2) Use uma citação, ou frase de alguma personalidade e discorra sobre a frase também associando ao assunto principal.

Estas são algumas dicas para ter um bom desempenho ao improvisar.

Boa sorte!!!

Fernanda de Morais

falar de improviso_Voice Care

As 4 estratégias para ser criativo na Comunicação — 01/02/2013

As 4 estratégias para ser criativo na Comunicação

Olá!!!!

Uma estratégia interessante para quem deseja falar e ser escutado com atenção é usar a criatividade para apresentar as ideias.

1) Conheça o assunto que vai apresentar: pesquise, atualize-se e traga novidades.

2) Use metáforas ou analogias para explicar um assunto que possa ser mais “difícil” de ser aceito.

3) Conte histórias que estejam relacionadas com o seu objetivo. Um bom comunicador é um excelente contador de histórias.

4) Fale com entusiamo!! As pessoas gostam de estar próximas de quem tem auto-estima elavada. É contagiante!!

Forte abraço!!! Fernanda de Morais

 

http://www.youtube.com/watch?v=jgvx9OfZKJw